O nascimento do Milo

Atualizado: 2 de Set de 2018

Imagine, living for today…


Relato do Parto do Milo Gabriel, dia 15 de julho de 2017.


Semana de Lua Cheia de Julho. Onde fecharia dez luas a partir da concepção do nosso bebê, muita expectativa no ar. Iniciamos a semana em concentração do que a energia cósmica da lua cheia poderia nos revelar. Na última consulta com as Hanamis fomos questionados qual seria a música do nascimento do bebê, logo me veio a música Imagine, dos Beatles.


IMAGINE THERE’S NO HEAVEN IT’S EASY IF YOU TRY NO HELL BELOW US ABOVE US ONLY SKY IMAGINE ALL THE PEOPLE LIVING FOR TODAY

A doce espera, como dizem este final da gravidez é um período que necessita muita cumplicidade do parceiro e paciência, sabedoria para lidar com a pressão social e familiar, que diariamente espera um sinal, caso contrário a espera final pode ficar muito ácida.

Durante a semana aos poucos fui percebendo sinais de que algo estaria por acontecer, pequenas contrações, tampão, ansiedade. Tudo começava quando o sol saía e a lua entrava em cena, a noite parecia já ser o cenário escolhido.

Decidi alguns dias antes evitar ler livros, pensar muito, fazer palavras cruzadas, acessar computador, pagar contas, etc…tudo o que exigisse trabalho mental. Me permiti ficar bem instintiva, corporal, solta…

Na noite de quinta-feira, em uma das minhas meditações e diálogos com o bebê, manifestei mais uma vez que estávamos prontos para recebê-lo e, que se ele sentisse poderia vir. No mesmo instante me perguntei se eu estaria pronta? afinal, é uma mudança intensa, uma entrega total de algo que não mais será igual: meu tempo, minhas vontades, minha rotina….

De fato, é uma morte e também um nascimento, mas a dor existe e precisa ser vivenciada.

Naquela noite fiz minha entrega. Naquela noite a bolsa estourou.


IMAGINE THERE’S NO COUNTRIES
IT ISN’T HARD TO DO
NOTHING TO KILL OR DIE FOR
AND NO RELIGION TOO
IMAGINE ALL THE PEOPLE
LIVING LIFE IN PEACE

Iniciamos a manhã de sexta com força, em contato direto com a equipe, fui estimulada a ir caminhar e colocar meu corpo em movimento, pois com a bolsa estourando tínhamos que em 24hs dar início aos trabalhos.


Já estava acompanhada de uma amiga, da qual também participou do parto. Já iniciei conforme a instrução da equipe Hanami, a tomar chás, homeopatias e fazer exercício. Saímos novamente para caminhar comprar o que faltava, comer bem e me preparar para a entrada da lua no céu.

No fim de tarde se iniciaram as contrações leves, realizamos meu companheiro e eu uma aula de biodanza guiada por minha amiga (instrutora) o que ajudou ainda mais e me conectar com meu corpo.


As 20hs, eu já estava sentindo bastante contrações, as 21hs recebi uma sessão de acupuntura para ativar o CHI. As 22hs chegou uma das enfermeiras da equipe Hanami. Ali vimos que eu estava com 4,5 cm de dilatação, a dor aumentava..subi para ir no chuveiro e dali resolvi não descer mais, fiquei no meu quarto a meia luz. A dor aumentava e eu queria ficar sozinha. Nos espaços entre as contrações minha mente vagava por um estado de inconsciência a sensação era muito parecida a um trabalho de ayahuasca, onde se perde a noção de tempo e espaço.


A dor me fazia regressar ao corpo e perceber as sensações, no auge da dor eu me lembrava da vocalização da letra A e buscava abrir minha boca ao máximo. Durante o processo também tomei muita água.

Quase intolerável era a dor, na minha percepção, quase pois eu afirmava que a dor era a que meu corpo era capaz de suportar. Refleti em meio as contrações como é fácil aceitar uma anestesia nessas horas, fiquei feliz por estar em casa e não precisar enfrentar essa situação, por estar sozinha no meu quarto em silêncio, por estar sendo totalmente respeitada na minha escolha e saber que havia uma equipe me acompanhando.


Já sem noção das horas, senti que as contrações aliviaram e que o bebê estava perto de vir, ali então pedi que para entrar na piscina e já um pouco mais consciente fiquei ali, sentindo ele se aproximar. Nas contrações eu empurrava levemente, eu já me sentia cansada. Comecei a sentir a cabeça com as minhas mãos e com a instrução da equipe e em duas contrações ele saiu inteiro, precisamente as 3h01 da manhã.

Ele Nasceu!


Trocamos olhares, nos reconhecemos. Foi uma incrível vivência visceral e transcendental. Eu ainda estava fora do meu corpo, talvez aquela que saiu provavelmente não volte mais…


IMAGINE NO POSSESSIONS
I WONDER IF YOU CAN
NO NEED FOR GREED OR HUNGER
A BROTHERHOOD OF MAN
IMAGINE ALL THE PEOPLE
SHARING ALL THE WORLD

A equipe conduziu com muita maestria os momentos seguintes, sempre com silêncio, descrição e profissionalismo.

Imaginei como seria lindo se todas as mulheres pudessem ter esse acompanhamento, essa atenção e dedicação durante a gestação, parto e pós parto.


YOU MAY SAY
I’M A DREAMER
BUT I’M NOT THE ONLY ONE
I HOPE SOME DAY
YOU’LL JOIN US
AND THE WORLD WILL BE AS ONE.

Gratidão a todos os amigos que estavam conectados conosco, a minha amiga Fernanda Dorta pela presença, aos nossos familiares, meu companheiro Cristian Faig que topou essa aventura comigo e a equipe Hanami, que nos facilitou poder viver esse momento mágico.

Seguimos agora uma jornada de novos aprendizados.

Karol, Cris e Milo

Imagine…




11 visualizações

Karoline L. Fendel

Campeche, Florianópolis

CPF 05228210903

48 99934 8409

Entregas realizadas em até 30 dias

  • Facebook ícone social
  • Karoline Fendel