Uma perspectiva astrológica e transpessoal do nosso momento político atual

Resolvi subir num banquinho e tentar ver a situação através dos astros, ferramenta da qual venho aprimorando, estudando e trabalhando. Apenas mais uma perspectiva de uma história que ainda terá muitas…


Começamos pela percepção que estamos no mês do signo de escorpião, como parte dessa energia, nosso momento coletivo passa por conflitos, perda da inocência, lados obscuros, antagonismo,8 ou 80, polarizações, agressões, potência...tudo isso está pairando no ar, inundando nosso inconsciente coletivo.


Vivemos grande parte da nossa jornada individual nos polarizando, ora estamos num lado e ora precisamos ir para outro, somos marcados por compensações. Observe sua vida e você verá por si mesmo. Queremos compensar afeto, desamor, atenção, liberdade, excesso de limites, fazemos isso com nossas famílias, numa tentativa de compensar o que tivemos em excesso ou a falta de algo em nossa história.


Somos fractais dessa grande situação política que nos envolve, quando uso a palavra envolver quero que imaginemos uma névoa que desce de uma montanha e torna nossa visão opaca, difícil, algo que nos tira o controle, algo maior da qual move todo um coletivo.

Essa névoa representada por Netuno em Peixes no céu do momento, trás essa grande ilusão coletiva de uma solução que será projetada em alguns, quando na verdade cabe a cada indivíduo se tornar solução. Plutão em Capricórnio quer destruir as estruturas e alicerces e romper com velhos padrões, questionar o conservador e propor transformações na lei e na sociedade. Já Urano em Touro nos trás a ideia de renovação econômica, de crise de valores, novas moedas, abalos na estabilidade, uma volta ao simples e ao natural.


Os planetas transpessoais trazem estes movimentos coletivos para nossas consciências, através deles fazemos ao longo da nossa jornada o exercício de sair do euzinho e entrar numa consciência maior e vincular. Existem forças coletivas nos forçando ao combate, a necessidade de justiça escorpiônica está atuando em todos de alguma maneira.


Me parece que combater e resistir só vai deixar mais feridas e feridos, precisamos fazer o exercício de subir no banquinho e observar de fora, perceber que as grandes transformações até hoje vividas na humanidade aconteceram pois pequenos grupos com vínculos fortes de amor entre eles, decidiram fazer aquilo que lhes pedia o coração.


Hércules durante a Jornada do Herói (através dos 12 signos) em escorpião, só matou a Hidra de Lerna depois que humildemente se ajoelhou e pediu ajuda aos céus e conseguiu que o ar puro e o sol iluminasse o monstro de sete cabeças.


Ainda, no Bhagavad Gita, livro que narra a história que representa a era o drama de escorpião, o discípulo Arjuna se percebe obrigado a lutar por uma batalha justa pelos próprios valores.


Esperemos que ao entrar na energia de Sagitário partes da verdade podem vir a tona e o rio volte a fluir e quem sabe nos sentiremos mais otimistas.



Com fé, Karoline Fendel

23 visualizações

Karoline L. Fendel

Campeche, Florianópolis

CPF 05228210903

48 99934 8409

Entregas realizadas em até 30 dias

  • Facebook ícone social
  • Karoline Fendel